quinta-feira, outubro 11, 2007







Eu sou cheia das teorias. Acho que todo mundo é. Conheci uma galerinha hoje na praia (nada como ser carioca e estudar na Estácio de Sá) e ficamos cinco homens e eu falando de muitos assuntos, inclusive sobre teorias. As pérolas, não que eu concorde com todas, estão descritas logo abaixo, com comentários por mim tecidos.


- Pra curar um amor velho, só mesmo um amor novo, que mané tempo.


Com essa, eu devo concordar. Juro que não pensava assim, até me apaixonar e ficar pensando no mesmo infeliz, mesmo não gostando mais, por quase um ano, até surgir outro garotinho no caminho. É batata. Claro que a gente não assume que não gosta mais, é mais cômodo, realmente. Até porque, ao menos ao meu ver, dá uma preguiça do cacete se envolver. Pensa comigo: abrir mão de MUITA coisa, deixar de fazer uma caralhada de outras, paciência, sentimento. Tudo isso dá trabalho - e nem sempre vale a pena. Aí a gente não arrisca e manda o clássico ‘acabei de sair de uma relação, não estou pronto para me envolver.’ Parece mentira, e mesmo que não seja, na maioria é, mas ninguém precisa saber disso. Hoje mesmo eu mandei uma dessas…


- Sabe por que a gente engorda quando namora? Pra poder empurrar o namoro com a barriga.


Essa eu achei sensacional. Primeiro porque nunca tinha namorado muito tempo e só agora percebi isso: em 1 mês sem namorado, eu perdi 5 quilos sem dieta. Milagres? Achei ótima a teoria, mas acabamos não fundamentando muito na praia, e fiquei pensando comigo mesma. Engordar pelo medo de se ficar em forma aparecer muito urubu e melar a relação? Namorando a gente come muito mesmo, é normal? Sei lá. Mas que isso é verdade, incontestável - numa galerinha de seis, fomos três os recém-solteiros que perdemos um pouco da barriguinha adquirida. Vai namorado, mas é bom que vai barriga também. Pé na bunda sempre tem um lado bom.

Marcadores: , ,


Escrito por Nina Lessa @ 10:11 AM, |

<< Home


O autor

Eduardo Carvalho

Essa imagem retardada aí do lado veio com o template. Em tese, eu deveria trocá-la por uma foto minha e colocar um perfil aqui - porém, isso dá uma certa mão-de-obra. Por conseguinte, essa porra retardada permanecerá aí do lado enquanto a preguiça não me permitir tirá-la. Portanto, provavelmente, até o fim do ano. De qualquer forma, não me incomoda muito. Enquanto isso, eu tenho que deixar um texto aqui enchendo linguiça, pra tentar preencher esse retângulo. Juro que fiz meu máximo.

Sobre o blog

Esse blog foi criado no início de 2003, há cerca de 6 anos atrás, quando eu era um pivete que nem sabia escrever direito ainda. Portanto, eu não recomendo os arquivos. Eu fazia piadinhas bobas e sem graça. Quanto ao nome, "Faz Sentido", refere-se á uma expressão que eu usava muito na época. Disso, eu não me envergonho tanto. Criar nomes para blogs não é fácil.

Duvida?

Pensa num aí.

Feedback

Você pode me contactar de algumas maneiras, se quiser. A primeira é comentando os posts do blog - tendo conteúdo, ficarei feliz. A segunda é me mandando um e-mail, sobre algum assunto referente ao blog. A terceira é me deixando um scrap no Orkut - gosto da idéia, já que posso saber melhor quem você é. A quarta é comentando meus futuros vídeos no YouTube, que começarei a gravar em dezembro. Resumindo: você pode me contactar de tudo que é forma possível, até com sinal de fogo se quiser, contanto que tenha algo a dizer.

WAT

Arquivos

Previous Posts

Links

PUBLICIDADE

Powered by Blogger
make money online blogger templates


Web Blog